13 dias em Puglia e Amalfi

Depois destas férias o sentimento é: temos de fazer férias mais vezes! Não foi uma estreia de avião para as meninas mas foi uma estreia este registo de férias de “road trip“. Pegar no carro e andar a saltar de local em local, a dormir em diferentes casas… Pode parecer cansativo com duas crianças de 4 e 6 anos mas fez-se bem. Tudo a seu ritmo!

Fomos de Lisboa para Roma onde alugamos carro. As cadeiras das meninas para o carro nós levamos pois na Ryanair estas cadeiras não pagam, vão como bagagem fora de formato. 

1º dia de Viagem

Lisboa > Roma > Matera

Porquê Roma? Porque estava com as passagens mais baratas e o aluguer do carro também, foi essencialmente isso. Voar para Nápoles também era uma boa opção e até mais perto. A parte chata de vir de Roma é que no 1º dia já sabíamos que ia ser puxada a viagem pois queríamos dormir já em Matera.

De Roma a Matera > cerca de 450km: 4h30

Chegamos a Matera por volta da hora do jantar, já noite. Ainda deu para dar uma volta à noite, jantar e dormir. Dormida: Casa do Sole

2º Dia – Matera

Matera > Bari > Monopoli

Matera

Matera é uma terra muito quente, mesmo! Muitos turistas mas muito bonita. São tantas as ruas e ruelas que facilmente nos perdemos das multidões. As casas são todas pela encosta acima e abaixo, muitas em grutas e pedra. Preparem-se para andar um pouco, subir, descer e voltar. Fizemos a volta, não a tudo mas a uma parte, durante a manhã. Um dia chega perfeitamente para se visitar. Tanto que viemos almoçar já a Bari, junto à costa.

Matera > Bari: cerca de 1 hora

Bari é a típica cidade costeira italiana. Um forte, zona histórica para visitar e seguir viagem. Almoçamos, demos uma volta e rumámos a Monopoli onde íamos ficar na Casa de Mammy Lu. Aqui neste dia falhámos uma coisa importante que era ver Polignano a Mare. É mandatório, passámos na vila mas estava muita confusão e não conseguimos chegar ao centro e zona histórica. A Casa da Mammy Lu é linda e fomos tão bem recebidos. Dormimos aqui 2 noites e reservámos pelo Airbnb. A Mammy Lu tem também site.

Bari > Monopoli: cerca de 40 minutos

3º Dia – Monopoli

Ir à praia aqui nesta zona é um desafio, como em toda a Puglia. As praias aqui em Monopoli são de rocha, muito pouca areia e tudo é pago. Desde o estacionamento que anda à volta dos 5€ e depois para estar na praia quase que somos obrigados a pagar também o chapéu e cadeiras, 25€ (conseguimos um desconto por parte da Mamy Lu que ficou por 20€ + o estacionamento). Sai caro vir à praia aqui. O único sítio que não se pagava era um pequeno nicho de areia com talvez uns 5 metros e completamente cheio que nem dei por ele quando chegámos. Passámos o dia aqui. Ah! E levámos comida! Mas também tínhamos bar e restaurante na praia. Fomos para a praia Lido Colonia que a Mamy Lu nos recomendou. 

4º Dia – Lecce, Ostuni.

Dia de dizer adeus à Mammy Lu e partir para o nosso retiro num trullo mas antes fomos dar uma volta até Lecce. Brindisi que fica pelo caminho não vale muito a visita, é uma cidade sem grande glamour. 

Monopoli > Lecce: cerca de 1h15m 

De Lecce voltamos para cima e passamos pela famosa cidade branca, Ostuni. Linda! Muitas esplanadas, pessoas, gelatarias, lojas mas uma cidade bem bonita e que fomos lá ainda mais uma vez.

Lecce > Ostuni: cerca de 1h

Chegamos ao nosso Trullo para dormir: I Setti Cone e foi dos melhores dias que tivemos em Puglia, podem ver aqui mais sobre a nossa passagem por aqui.

Pôr do sol no I Setti Cone

5º Dia – Dolce far niente

Para quê sair quando estamos aqui tão bem? Passámos o dia no nosso trullo. O calor era muito e improvisamos uns duches de regador, umas sestas à tarde, umas voltas na cama de renda e só saímos ao final do dia para jantar em Cisternino. Cisternino tem tudo de bom e giro para se visitar. 

6º dia – Alberobello

Visita bem cedo a Alberobello, aqui falo em detalhe sobre esta visita. Passámos depois por Locorotondo e acabamos por almoçar em Martina Franca. Todos estes terras são giras de se visitar. E voltámos para o nosso trullo onde jantamos em casa. 

7º dia – La Colombaia

Dia de dizer adeus ao nosso trullo e passar para o próximo tão aguardado pelo simples facto de ter: Piscina! Reservámos pelo Airbnb. Mas antes passamos novamente em Cisternino para almoçar e dar mais uma volta.

Cisternino > La Colombaia em Ceglie Messapica: 30 minutos

Ceglie Messapica é conhecida pela terra da boa comida e é tão bonita. Numa escala mais pequena que Ostuni, as ruas perdem-se entre portas e janelas. Todos os restaurantes têm bom ar e são convidativos. Até nos pareceu mais tranquila esta terra que Ostuni e Cisternino.

8º dia – Rota das praias

Provavelmente o dia em que fizemos uma volta maior. Saímos cedo para ir dar a volta às praias e conhecer as Maldivas de Itália. Fizemos cerca de 300km este dia. Aqui falo em pormenor desta volta.

9º dia – Dia de piscina

Para descansar da volta do dia anterior não fizemos mais nada do que abusar da piscina e terminar o dia a jantar na praça principal de Ceglie Messapica.

10º dia – Adeus Puglia. Olá Amalfi.

270km neste dia só para chegarmos ao lado de Amalfi. Saímos cedo e fomos ainda fazer meio dia de praia já do lado do Mar Mediterrâneo, antes de chegar a Salerno. 

Ficamos 2 noites num B&B (Una Volta) antes da costa de Amalfi, em Cava de’ Tirreni. Que mimo de quarto. Tão giros os quartos, recuperados mas mantendo ainda as origens da casa, decorado com as típicas loiças da zona. É mesmo bonito, foi uma agradável surpresa e fomos muito bem recebidos. Situado numa pequena praceta com um simpático restaurante.

11º Dia – Costa Amalfitana

Dia de dar a volta à costa e voltar. Fizemos tudo de carro para lá e para cá. Aqui mais detalhes.

12º Dia – Adeus Amalfi. Olá Pompeia. 

Saímos cedo de Cava de’ Tirreni com rumo a Sorrento. Aqui o trajecto tem túneis atrás de túneis e já bastante trânsito. Por isso deixamos o carro em Vico Equense e fomos de comboio até Sorrento, são cerca de 15/ 20 minutos.

Na chegada a Sorrento pareceu-nos que tínhamos chegamos a outra terra. Aqui já entramos num turismo diferente. Muitos ingleses, americanos, asiáticos, excursões de bandeira no ar… excursões para tudo e mais alguma coisa. Até no supermercado já falam inglês! Giro, mas to much. Muita confusão, muita gente à porta dos restaurantes a chamar para dentro, muitas lojas. A cidade em si é bonita apenas mais ao estilo de turismo para todos.

Demos um passeio de barco, de 2 horas pela península de Sorrento com cerca de 20 minutos para dar uns mergulhos. Foi uma maneira bonita de terminarmos estas férias. No passeio de barco cada adulto foi 30€, crianças até os 3 anos não pagavam.

A nossa vinda a Pompeia foi um pouco mais estratégica do que outra coisa pois já era a última noite em Itália e tínhamos que ficar mais perto de Roma para vir embora. Por isso ficámos aqui a última noite, jantamos muito bem no Centro de Pompeia. Recomendo o restaurante: Mercato Pompeiano

13º dia – Adeus Itália

Dia de voltar. De Pompeia a Roma ainda são cerca de 2 horas de carro. Foi sair cedo e directos para o aeroporto.

Mapa da viagem e pontos de interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You May Also Like